Poesia

Há olhares sobre os traços marcados
Há marcas nos lábios selados
Há zelo em um silêncio velado
Palavras do tempo guardado.
Há luz e beleza na tua natureza
Há essência e indecência em teu sorrir
Há em mim poesia viva
Que se anima ao saber de ti.
Há quem diga que eu sou Velho louco
E há loucura em não mais permitir
Há saudade é verdade há fogo!
E medo que o mundo me tire de ti.
Há beleza sutil no dia-a-dia
Alegria me dá teu sorrir.
Eu sou sobreo em minha sabedoria...
Embriago-me ao pensar em ti.
Eu sou mais que um poeta abusado.
Sou presente futuro e passado
Um amante do tempo amado,
Admirador do olhos vidrados.
Dos sorrisos que tiram o fôlego
Que me nego esquecer
E acreditar existir...
Há beleza demais nesses traços
Nos abraços, nos beijos e em ti.
Há beleza nessa tal poesia...
Quem diria, escrita por ti!

-Frog!

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores