Vazio

Não sei onde ficaram guardadas as tardes bonitas
Em algum lugar do caminho vieram os dias vazios
A cidade cinza tornou -me peça de máquina
Enquanto o mundo vai maquinando maneiras de levar me ao chão.
Tem tanto amor em vão nessas tardes vazias.
Tem tanto vazio nas minha palavras.
Eu vou buscando uma resposta.
Não sei como, onde e nem por que lutar.
Tornou-se trivial
A vida ser levada pra longe num vendaval.
Volta aqui, à escrever pra ninguém.
Coma certeza de que também, serei lembrado pelo meu agora
Que o melhor de mim já foi embora.

- Luiz Carlos, frog.

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores