Enquanto o inferno queimar

Enquanto o mal gosto reinar,
Cantaremos em coro os problemas pra quem quiser escutar.
Enquanto o silêncio marcar
Sofreremos calados armados com palavras afiadas pra machucar.
Enquanto não formos reais.
Andaremos vestindo a máscara de ideais.
Enquanto o inferno queimar, o silêncio vai oprimir o grito. O sorriso suprimir o choro, não seguiremos decoro.
Não marcharemos ao abismo.
Enquanto o cinismo enganar, não vai haver luz.
Não haverá o que cultivar.
E enquanto digitais, seremos isolados, castigados.
Não mais seremos capazes. Seremos algozes, de nossa própria natureza, o fim.

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores