Um barco: Minha vida.

Pra Poder colocar as coisas em ordem, é necessário primeiro bagunça-las! – Mauricio.
-

O barco a vela perdido no meio da chuva torrencial
Eu ali dentro encolhido esperando que o “MINHA VIDA” tomasse um rumo.
Eu lutei contra correntezas, vi algumas manhãs trazendo certezas que eu desconhecia.
Vez por outra troquei a noite pelo dia.
Tudo estava em seu devido lugar.
Orgulho, saudade, saúde, sorte.
Cada um dentro do seu pote, num devido lugar na estante.
Por instante eu vislumbrei a morte.
Mas eis que no barco destruído, entre os pedaços que flutuavam à deriva.
Aquelas ressaca de ondas eram teus olhos...


Eu fui drenado pela correnteza pra um redemoinho.
Eu tinha estado sozinho por tanto tempo...
E agora alguém me abrigava em uma ilha.
Tal qual eu era antes isolada de tudo e de todos.
Ela me abrigou, curou os ferimentos do marinheiro sonhador.
Ela bagunçou os potes... Tirou tudo do lugar!
Abriu o baú que guardava tralhas e os jogou no mar...
Eu desesperado pensei em nadar atrás dos meus antigos pertences.
Mas de tudo isso nada mais me pertence.
Apenas você... E isso é o que de fato interessa...


A minha vida era composta de coisas organizadas aonde não devia estar, o que fazia dela um barco mal ajustado... Horrível pra navegar!
Eu louco e sonhador, me atirava no mar à procura de um amor! Um lugar...
Por sorte não encontrei, desisti de procurar!
Entrei na tempestade na hora certa, para o amor me encontrar! E me levar ao seu lugar!
De onde não quero nunca mais ZARPAR com a minha vida... Sem você nela estar!


Moça, você me bagunça e tumultua tudo em mim... E se aquela frase lá de cima estiver correta (eu julgo que esta) graças a você, tudo vai voltar pro seu devido lugar. E os dias BONS já começaram a voltar.


Minha vida está agora em auto mar... E acompanhado. Eu tenho muito mais motivos para continuar a navegar!

~


All aboaaaaaaaaaarrd!


Por Luiz carlos, Frog
Texto registrado

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores