observações

Existem histórias que mudam a nossa capacidade de compreender a humanidade.
Histórias felizes, algumas tristes que são capazes de fazer chorar.
Existem histórias que contam vitorias...
Daquelas que se passa numa guerra interna onde a mente e o coração brigam.
No entanto a de hoje fala dos olhos...
Os olhos que tentam fingir que no fundo ta tudo bem.
Olhem Bem, eles acalmam! Trazem a nós a beleza do mar em ressaca.
A gente esquece o mundo, faz uma prece em prol de tudo.



E de repente vale a pena acreditar outra vez.
Tentar buscar respostas no silencio de cada um de nós.
Os olhos que no absoluto silencio são tua voz. E sussurram aos ouvidos atentos esperanças sobre muitas coisas.
E sabe acima de todas as coisas o mundo faz muito mais sentido se não estiver contido em nossas leis bobas.
Que gravidade teria, quebrar a lei da gravidade? Crime inafiançável voar sem asas?
Ter esperança, querer mudar... Esperar um pouco mais.
Se apaixonar por si mesmo por isso, saber amar!
Pesamos os pesares com uma intensidade grande demais!
No fim da brincadeira isso nem importa mais.
O que a gente leva da vida, são os lugares aonde a vida nos leva...
O tempo que a gente demora pra perceber que vale muito a pena, viver sem tempo... e nem hora pra acabar.
VIVENDO A TODA HORA, como se faltasse pouco pra acabar!
Acabar a dor, o amor... o tempo que resta de vida pra cada um de nós...
Acabar a voz, que nos diz que tudo é impossível!
O mundo fica invisível... e a voz se cala com esse olhar.
Que transfere ao brilhar que o mundo é mais bonito...
Quando se tem a quem amar.


~

Passamos então a bola ao proximo poeta... pra saber se ele vai dizer o que há de mágico em cada palavra.

Cada olhar, capaz de fazer o monstro que existe em cada um de nós... MUDAR.
e se "humanizar"

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores