olhos vermelhos...

Seus olhos vermelhos me encaram com precisão,
Em minha milimétrica simetria eu contorno seu sorriso como quem desenha sua silhueta com os olhos.
Eu demoro a perceber...
Desenho-te pouco a pouco nessa eternidade escondida no tempo que cabe em um segundo.
Um mundo profundo...


Dentro dessa liberdade que se esconde de nós.
Eu liberto minha mente de todas as tarefas e estresses do dia a dia e quem diria...
Ela se enche de lembranças e sensações que me fazem lembrar você!
Eu me sinto um idiota, preso em tuas mãos.
Mãos delicadas que me deixam livre pra fugir... Mas eu permaneço aqui.
Sem motivo, nem necessidade...
Eu fico só pra estar junto a ti...
E mais e mais em enrolo nessas teias de sentimentos, da qual alguns momentos atrás... Eu jurava jamais me enrolar outra vez.
Cá estou, na sua frente... Pedido que não me peça pra partir...
Ou que ao menos não me note por enquanto...
Só me deixe aqui quieto junto a ti, tentando te trazer pra perto de mim de alguma maneira.
Chegando mais e mais, como que por brincadeira!
O destino me fez dançar... Culpado sou eu por ainda saber amar.
Nimb jogou os dados outra vez, e te fez aparecer no meu caminho POR MAIS DE UMAVEZ.
Posso até estar apaixonado pelos detalhes e só!
Mas nenhum desses detalhes seria capaz de fazer este nó que sinto na garganta...
Ou as borboletas no estomago.
Se eu te pedisse permissão pra tentar te conquistar, e prometesse a mim mesmo nunca te fazer chorar.
Você me permitiria tentar? Sem adeus? Sem cortes.
Só seus olhos vermelhos vidrados nos meus...
E teu sorriso aberto por mim...
Pra mim...
Seria então o plano perfeito...
E Nimb pararia os dados... Pra que houvesse um começo... Sem pensar em um fim.

Por.: Luiz carlos, Frog
~
"Parei de pensar e comecei a sentir
Nada como um dia após dia
Uma noite, um mês
Os velhos olhos vermelhos voltaram de vez"

[olhos vermelhos-Capital inicial]
Sinto-me perdido... e preso nas garras de alguém que eu não queria mas não consigo parar de pensar...

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores