entenda como quiser

As unhas que arranhavam o próprio rosto e os olhos impiedosos não mostravam esperança alguma.
Uma escada em círculos com degraus largos que levavam pro inferno.
Com as paredes decoradas com todos os seus fracassos e seus medos estampados em grandes pôsteres.
Uma única gota de suor dançando na própria testa como se tentasse o rapaz a limpa-la
Nenhuma única palavra em quanto ele examina cuidadosamente a escada.
E chega a conclusão de que nada que haja lá poderá ser capaz de lhe convencer a descer.
Do outro lado do saguão uma menina de rua com um pequeno prato sem comida lhe estende a mão.
Ele retira da bolsa o único alimento que possuí e partilha com a pequena menina...
E enquanto ela projeta um sorriso no rosto o rapaz se desfaz de seu passado rancoroso.
A paz de espírito lhe invade aos poucos.
A menina lhe abraça e em segundos ele se encontra em algum lugar belo e limpo o suficiente pra ser chamado de céu.
~
entenda como quiser!


por Luiz Carlos, Frog.

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores