Para aqueles que ainda não desistiram!

Pra começar: eu gostaria de me desculpar pelo atraso nas postagens que me cabem; sei que devo manter meus compromissos, mas tenho vivido dias difíceis. Mesmo assim, tem sido um prazer fazer parte deste trabalho.
Quero também agradecer às pessoas que prestigiam o blog e que me receberam bem mesmo que eu não me ache um escritor à altura deste projeto, que se iniciou com o Frog, e que a gente se esforça pra que cresça cada vez mais.
A todos, meus sinceros agradecimentos!

A vida nos ensina a viver

Hoje bem cedo quando me levantei, senti o corpo doer e o cansaço mental que se deu por eu ter passado a noite num sono confuso e embaralhado, cheio de partes de pensamentos, que tem tomado a minha vida, meu tempo, quase totalmente.
Por sorte – ou por força de vontade, quem sabe – eu tomei a decisão de lutar contra as dores, o cansaço e a louca vontade de ficar em casa. Levantei-me e dei início ao meu dia, mesmo que a minha mente estivesse ocupada demais. De algum modo eu sei que tomei a decisão certa.
Bem… Eu só falei um pouco da minha vida porque não vi outro modo de começar o assunto sobre o qual me propus a falar hoje. Um assunto estranho, eu diria, ruim também…Mas não há um ser na terra que nunca teve um, por mísero que seja… Estou falando de problemas!
Todos temos problemas! Eles fazem parte das nossas vidas e ouso dizer que são eles que nos fazem evoluir, pois tudo tem um lado bom e um lado ruim, cabe a nós escolher qual dos lados queremos que prevaleça; porém… como? Simples: tudo vai da maneira como vemos o problema, a dificuldade, o obstáculo ou o que for que esteja nos impedindo de seguir. Depende apenas de nós e de mais ninguém. Talvez por isso seja tão difícil. Quando só depende de nós, o problema, que por vezes é apenas uma fagulha, toma dimensões de um incêndio.
Nesses momentos, nós temos que trazer de nossas entranhas coragem, controle, força de vontade. Não podemos deixar que um problema, por maior que seja, tome conta do nosso ser; nós não podemos, de modo algum, deixar que as dificuldades ditem as regras e nos façam recuar para dentro de nós!
Às vezes são tantas as dificuldades, que deixamos a vida de lado e passamos a ser dominados por uma carga de tribulações. Cabe a nós por um fim nisso!
Se entregar e desistir não são opções, pois há sempre alguém ao nosso lado, basta que saibamos para onde olhar!
Bom… Por hoje é só. Desejo que estas palavras sejam de alguma valia, que elas possam ser não apenas lidas, mas entendidas!

~

Paz para todos os que já estão cansados de lutar!
O amanhã será um dia melhor, e ele nos aguarda depois de uma noite fria!

Por: José Nilson Souto Jr.
Texto registrado
09/05/2011

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores