O baile Part 2 -()-

Ele chega ao segundo andar do salão... Onde não havia nenhum convidado além dos dois que acabaram de chegar.
Suas mãos ainda entrelaçadas.
Ele não precisa dizer mais nada. Ela já percebeu que houveram mudanças.
O príncipe não era mais o mesmo de antes.
Uma mascara fantasmagórica e aterrorizante no seu rosto fazia todas as esperanças que existiam na Sra Fada sumissem aos poucos.
Ele tira então a mascara e a estilhaça entre seus dedos.
No rosto um sorriso parcialmente sádico sentia prazer ao ver que ela notara que ele mudou, no entanto seu peito era fragmentado em pedaços ao ver nos olhos dela a tristeza por uma perda visível.
O príncipe permanece mudo esperando então que ela tenha algo a dizer.
Seu peito não ostenta mais esperanças.
Ele já passara por muita coisa até ali.
Muito se passou desde que decidira sair daquele velho bosque... Histórias que contaremos em uma outra hora.
No entanto agora nada há em seu peito se não um buraco causado por memórias.
E as lembranças das tais histórias...
A sra fada também mudara, apresentava-se agora como uma mulher de fato e não como uma fada.
Seu sorriso ainda continuava belo, os olhos sempre molhados pelo futuro que talvez não exista.
E por favor não insista! Nada irá mudar esse jeito sutil que ela tem de falar.
Ela não fala nada, apenas o olha... entrega então na mão do príncipe o seu colar.
E como retribuição à ela, ele da uma rosa vermelha. Os olhares se encontram, intensificam... se cansam e quando então decidem falar.
Um repuxo o trás de volta. É hora de acordar.
Ele revira em sua cama. Tentando entender o que acabara de acontecer!
Um sonho louco... um devaneio só pode ser!
Mas na sua mão pendia o colar, nos seu quarto o perfume dela... e a marca na cama. Como se alguém estivesse estado lá.
Alguém bate a porta. Esta na hora do príncipe se arrumar... o Grande baile ainda esta pra começar!
Mas algo dentro do seu peito diz pra ele como tudo vai terminar!
~
E antes que eu acorde preciso lhes contar que o príncipe tem pressa, mas terá que esperar!
Pois a hora ainda não é essa... a festa ainda esta pra começar!
A magia da fada lhe fez saber tudo o que ainda viria acontecer... Ele viveu uma noite duas vezes, pra que tivesse a chance de não fazê-la chorar. Não rir. Não provocar.
Apenas curtir a noite e dar a ela a chance de amar. Chance essa que um dia ela lhe negou. Mas que ele não lhe negará.

-
Algumas coisas se repetem outras a gente precisa esquecer. no fim das contas sentimentos se resumem em oportunidade unicas de fazer... ou não fazer.

por: Luiz carlos, Frog.
(Todos os textos são  registrados)

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores