Na carta de um velho guerreiro as palavras que a vinham marcar trazia uma nostálgica sensação de que o fim estava pra chegar...
Entre marcas de lagrimas no papel, as palavras que saltavam do papel a sussurrar:

"Já tive motivos para acreditar.
Que atitudes valiam mais que palavras.
E que pessoas podiam ser medidas pela confiança que lhe passava.
Já acreditei sem motivos que o amor de fato existia em corações sonhadores.
Perdi-me entre alguns desses amores.
O tempo passa e a gente esquece tudo que parece mágico.
E a mágica mostra que o mundo é trágico.
Mas cômico aos olhos daqueles que de fato possuem motivos para crer.
Eu já acreditei nas pessoas.
Já fiz acordos verbais.
E conheci poucas pessoas com moral, ética e caráter.
Vi um homem fisicamente vulnerável ser mais forte do que eu.
Cedi aos desejos de uma paixão intensa e percebi que não compensa!
De fato segui meu coração usei da razão.
E hoje talvez eu só tenha a ela como companhia...
Hoje em dia não se dá pra confiar em muitas coisas.
Poesias não são só poesias.
Textos que de fato parecem um texto de diário às vezes falam de um eu lírico.
E às vezes o lírico seja de fato eu!
Cansei de amores.
Cansei de dores.
De decepções.
Cansei de achar que tudo poderia ser melhor.
Não desisti de lutar.
Mas acho que não é mais uma boa hora pra se pensar em como começar.
Talvez eu já até tenha começado.
Mas me deixar de lado é também forma de censurar.
Eu esqueço que quero fazer, as coisas parecem fáceis esqueço que elas não são.
Esqueço quem são as pessoas.
E que a grande maioria delas não prestam!
Talvez seja errado selecionar meia dúzia delas e dizer que elas sim são humanas de verdade
Mas acho que já ta tarde pra não fazer algo parecido com isso.
De fato, não possuo mais sonhos... Não desejo fazer planos.
E se planejar, que seja ter um cachorro e não alguém pra amar!
Que eu deseje de Fato poder SEMPRE pensar.
Questionar...
Por que isso se faz necessário...
Já amar... É pura vaidade. E isso eu ainda posso me negar."
~
HELP!
-Frog

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores