Help-me!

Ela aparece.
E algo me entristece
Meia dúzia de palavras flutuando em algum canto.
Eu me encanto com tantas coisas.
Um sorriso sem graça.
E o cabelo jogado com graça ao redor do pescoço.
O esboço do sorriso de um anjo.
Lábios púrpuros.
Pensamentos fixos em nada.
Nada alem de coisas que eu deveria fazer.
Uma noite a mais um sonho a mais.
E ela continua aqui por enquanto.
Eu te digo o que preciso.
Você me conforta.
Mas o que importa não se faz presente,
A verdade latente.
Um sinal, um segundo.
Ah tanto faz.
Você não está aqui de fato!
É apenas o fantasma de algum desejo oculto.
Meu subconsciente tentando me deixar contente!
E nada pode ser de verdade.
Mas eu me perco, faço alarde.
E sou covarde.
Perco-me em tuas teias seus segredos sou de fato um dos teus brinquedos.
Você chega mais perto, mas a hora está pra chegar!
Eu te desejo, mas o sol vai nascer
Mais um dia a clarear
Você vai ficar aqui
Mas eu tenho que acordar...

Pra passar o dia anciando por mais um sonho.
ou um alguém pra amar.
Pra pensar, escrever
E brindar a saudade com um copo amargo de solidão.
-

I need HELP!

ou de um motivo pra acreditar no amor.

Luiz carlos, Frog.
Texto registrado




0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores