Fé, esperança e amor

É difícil para mim: falar de tudo o que fui forçado a presenciar no dia de ontem, quando tive a minha rotina diária quebrada pela notícia de um ato carregado de bestialidade, de total falta de razão, e lamentavelmente... De um ato inescrupuloso que demonstra o quanto o mundo precisa de amor, o quanto precisamos ainda ressuscitar dentro de nós esse sentimento divino e perfeito, que para nós é muitas vezes incompreensível, na condição de imperfeitos que somos.
Meu objetivo hoje aqui, não é julgar, e menos ainda levantar questões. Hoje vos escrevo para falar de amor.
Pare um pouco para pensar: quantas vezes escarnecemos de uma pessoa por ela ser diferente de nós? Aí você pode dizer: "Mas foi só uma brincadeira inocente!". Eu digo: "Palavras são como flechas, não se sabe o efeito que ela causará ao atingir seu destino. Entretanto, jamais se poderá retroceder ao arco uma flecha disparada". Por muitas vezes é melhor calar-se, a falar tolices.
É complicado ver olhares tortos diariamente, é ruim ter que viver só, as vezes, é ruim que apenas sintam pena, mas ignorem o fato e passem de largo, como se não fosse importante a vida do próximo.
Amor... Isso é o que o mundo precisa, porque dele surgem as outras coisas.
Aainda sinto tristeza, sinto raiva, sinto em mim muita vergonha de ser humano, de saber que um semelhante meu foi capaz de atrocidades injustificáveis. Não quero encontrar culpados ou razões. Só quero entender: O QUE LEVA UM HOMEM A MATAR SEUS SEMELHANTES COMO SE FOSSEM INSETOS, QUE VOCÊ ESMAGA COM A SOLA DOS SAPATOS, E AINDA TEM A AUDÁCIA DE TIRAR A PRÓPRIA VIDA?
Por Deus... Quando é que a humanidade vai acordar para o que estamos vendo pelo mundo? Quando, meus caros, passaremos a olhar dentro de nós mesmos, e a nos policiar sobre nossos atos?
Juntamente com a raiva, a tristeza, o nojo; me veio o orgulho. Orgulho das pessoas simples que se moveram, e que ajudaram, que não ignoraram. Tive orgulho de um ser que mesmo na perda, consegue pensar que a morte de seu familiar poderá ser uma benção para os outros.
Fico feliz ao ver, que os médicos se esforçam para salvar vidas, e que muito mais são os que as querem salvar, do que os que as querem destruir.
Procuremos bons exemplos; procuremos manter a fé, a esperança e que reaprendamos a amar.
Esperando que essas palavras mal escritas cheguem ao coração de alguém, eu termino este texto, pedindo a Deus pra que a frase "Deus é amor" deixe de ser apenas um jargão em nossas vidas.

~

Sei que nem todos temos a mesma fé, mas o amor está acima das religiões. Deixo como um guia para todos os que ainda acreditam no amor, o texto bíblico de: I Corintios 13.

Por Nilson Souto Jr.
(texto registrado)

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores