Do amor...

Se o vento não soprasse na minha janela
E eu não mais lembra-se o perfume dela
Teria a certeza de que a devo esquecer.
Mas se ela se lembra de mim e ainda assim sabe o que eu quero dizer
É sinal de que no fundo ela sabe que eu a quero ter.
Se o amor por mais complexo e incerto que fosse mostrasse a mim que ele permanece aqui.
Eu não pensaria em momento algum em desistir.

De contemplar suas curvas. E de fazê-la sorrir.
De delirar em sussurros e de pensar em partir.
Antes que seja cedo.
E que o medo tome conta de mim.
Ou que seja tarde demais e você já esteja distante!
Queria eu só por um instante não ter que dizer nada...
E ainda assim você pudesse entender cada palavra!
Cada puxão... desviada de olhar... cada bater do meu coração.
Saberia enfim, que tua existência faz possível a minha respiração.
~



Dentre as coisas que você não sabe... esta a forma complexa como mascaro a paixão.



Luiz carlos, frog


0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores