Eu sei, que não posso esperar demais.
Não posso perturbar a paz.
E nem pensar no que fazer.
Eu sei que ela espera que eu saiba o que fazer.
E na hora exata eu não tenha o que temer mais ainda assim, não temerei por mim, mas sei que vou temer.
Não por insistir, mas por não conseguir mais crer.
E ver essa história recomeçar.
Ou terminar sem meio e fim.
O que será pior pra mim?
Esquecer agora e não saber o que fazer...
Ou esperar por mais um tempo e depois ter que refazer.
Toda a estrutura do meu ser, que se abalará por causa de um SIM.

~
Melhor ter começo e meio mesmo que exista um fim! [...]


 

(todos os textos são registrados)
Texto Por: Luiz Carlos Dos S gonçalves.

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores