Eu fui me desperdiçando...
Ao buscar por um amor que jamais iria encontrar...
Ao pensar demais em palavras iguais.
Em fugir e buscar.


Eu fui me desgastando aos poucos...
E minhas palavras deixaram de ter sentido.
Meu olhar ficou distante.
E o coração, meio partido.


Eu me precipitei, mas no fim gostei.
De ter respostas antes do fim!
E de ter participado do fim.
Antes que o dessem a mim!


Eu fui mudando...
E Decidi ficar assim!
Por tanto não reclamem se eu mudar!
Pois não sei se algum pedaço do que sou agora, irá sobrar!


Talvez, eu passe a não falar mais de sentimentos.
De não lembrar de alguns momentos.
Mas se assim eu estiver feliz!
Assim serei!.
No fim, o meu desejo é o que me guiará no traçar desse novo projeto.
Um novo começo!Com mais seriedade, menos humor...
A dose certa de vaidade... e anestesia para toda e qualquer dor.
As minhas marcas agora não me servem de nada, portanto não mais as guardarei!
E peço desculpas pelas pessoas que esquecerei ao curar as antigas feridas.
O meu silêncio será o maior dom agora!
E talvez o melhor a fazer...
Por hora.


~
Life is changing!
I'm changing...
Rearranging. I will be strong!
~
Até que um dia qualquer, eu vi que alguma coisa mudara, trocaram os nomes das ruas!
E as pessoas tinham outras caras! No céu haviam nove luas, e nunca mais encontrei minha casa...
[...]
 


Texto Por: Luiz Carlos Dos S gonçalves.(todos os textos são registrados)

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores