Meu tesouro.


Dispa-se dos seus medos.
Que cobrirei tua pele com meus segredos.
Navegarei pelas correntezas da tua nuca em busca de um tesouro perdido...
Escondido em teus olhos.
Beberei da fonte dos teus lábios e buscarei novas rotas.
Dar-te-ei o dom da distância... Para que sintamos saudades.
E a necessidade de se reencontrar.
E cada balanço do mar serão apenas o mover-se dos meus braços ao te abraçar.
Cada brisa que molha seu rosto será o meu suspirar...
E assim quem sabe eu posso lhe espiar...
Fazendo planos para um futuro qualquer.
Como toda mulher.
Pra ti eu colheria  flores...
As plantaria em meio ao mar!
Não lhe negaria o espaço em meu timão.
Tu serias meu eixo, minha direção!
A corrente de vento bate... As marés se alternam.
O dia vira noite, mas a gente não percebe!
Por causa do nosso barco, seu balanço... Meu tesouro.
Entre meus braços.
Sem preço de pilhagem, mas de valor inestimável!
Talvez eu fosse um herói... Mas pra você eu seria um pirata.
Disposto a sempre roubar um sorriso seu!
Uma gargalhada...
E por que não um beijo?
Dispa-se dos teus medos, renda-se aos meus desejos e venha comigo.
Governar um mudo só seu!


O mundo dentro de um pequeno coração.


...O meu.

Você vai saber que esse texto é pra você ;)

"bebei,amigos yohou!"


(todos os textos são registrados)
Por: Luiz Carlos Dos S gonçalves.

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores