algum dia ela descobre!



Ah!
Por quanto tempo mais esperar!
Esperar que ela retorne!
Ou que eu possa partir!
Não quero mudar de lugar mais de alguma forma eu preciso logo me decidir!
Olhos malditos!...
Confundem-me sempre... Bem feito pra mim! Quem mandou ser assim...
Romântico por natureza?! Poeticamente incorreto!
Politicamente discreto E estranhamente disperso.
Sim, existem poetas estranhos assim!
Mas não me acho poeta por falar dos sentimentos...
De amor, de dor,da duvida...e porque não da mais linda obra da natureza!
Mulheres... mulheres... elas me fazem escrever mais e mais!
Me perder mais e mais...
Fazem-me te querer mais e mais.
Eu não quero esquecer, mas agora tanto faz!
Só me importa ter você aqui.
Cada vez mais perto.
Com um sentimento um pouco mais certo.
Mas ISSO me lembra que eu não sei qual sentimento é!
ao menos não por aprte dela...


Ahn... que seja! há quem diga que ela ainda deseja.
Um amor daqueles de cinema
Que cena estranha.
Não me vejo fazendo parte dela...
Mas adoraria estar com ela.
Se ela estivesse em meus braços.
Eu faria o mundo em pedaços
Se assim ela desejasse.

ela não deve querer assim...
ela sabe que eu sou bruto demais?!
Bruto demais pra fazer poesia! Pra escrever sobre amor...
Pra falar pra ela tudo que eu sinto!
Algum dia ela descobre... Que guardei pra ela em algum lugar.
Um sentimento chamado amor.










~


Algum dia ela descobre!

Ah...“Sr. Fada”...



Descubra logo! Por favor! =S

 
Por: Luiz Carlos Dos S gonçalves.
(todos os textos são registrados)

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores