Ele se senta na mesma bancada...
Fecha seus olhos e a ampara em seus braços...
Ele sente seus traços como quem desenha uma obra...
E ele fala sobre a vida e sobre a dor.
Ele escreve sobre ela...
Mesmo ela estando tão longe dali!
Ela sabe que ele escreve sobre ela...
Por que em seus sonhos ela sempre vai até ele...
E ela também escreve sobre ele...
Como quem escreve cartas que jamais chegaram a lugar algum.
Eles um dia talvez se encontrem... Em algum lugar completamente incomum.



Por: Luiz Carlos Dos S gonçalves.
(todos os textos são registrados)




~
"Não tenho nada a dizer, eu fico mudo enquanto a dor te corta.
Seu corpo exige atenção, e nessas horas nada mais me importa!"
(Leoni - Quando a dor te corta. )

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores