Aqui estou...

Aqui estou... Perdendo-me mais e mais.
Entregando-me a solidão.
Buscando um pouco de paz.
Convertendo meu tédio em uma canção.
Canção da saudade
Blues da solidão.
Não vejo rostos ao meu redor.
Sinto frio.
Silêncio incomum.
Resquícios de pensamentos
Presos a um verbo...
Não há nada em lugar algum!
Apenas eu aqui.
E as idéias que me mantêm de pé
Não me deixam desistir.

O que me incomoda é saber que nada vai mudar.
E que tudo permanecerá como está.
Palavras gastas.
Já não há mais nada que eu deva falar.
A não ser um sussurro...
Que ficara perdido...
Escondido...
No ar.

~

Por: Luiz Carlos Dos S. Gonçalves
(Todos os textos são registrados.)

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores