Mentir pra si mesmo, acreditando não ser culpado pelas suas próprias escolhas...
Vives uma vida de fachada, e mesmo que em meio a uma multidão de amigos...
És uma pessoa encarcerada dentro dos erros que insiste em não admitir.
Vivendo a vida em busca de piedade, e não de perdão.
Fazendo alarde para própria obsessão.
Permitindo se errar, sem pensar em redenção...
Ou quem sabe esperando que a redenção não tenha preço...
Mas se não fizeres nada não haverá perdão.
Perdoar a si mesmo é o primeiro passo...
Mas cabe a ti a decisão...
O culpado tentando assumir a posição da vitima...
Eles esquecem o real sentido das suas vidas...
Eles esquecem que não são os únicos neste mudo.
São egoístas... Destrutivos...
Repulsivos...
Mas ainda há cura... Ainda vemos alguns altruístas.
Pessoas leais, que assumem os erros, que se permitem perdoar...
Que se permitem a redenção... E pagam pelo preço que ela há de cobrar.
Ainda há, homens de verdade... Com honra, garra, fúria.
Pessoas que pensam em si, mas lembram-se todos os instantes de não se esquecerem dos outros.
Estes nunca estão sós... Ainda que se encontrem mergulhados na sagrada solidão.
Estes estão rumando em direção à evolução.
Em quanto os demais encontram se presos em sua própria auto-piedade.
Faço alarde àqueles que sofrem em silêncio... Que pensam nas outras pessoas, que se reviram em suas camas todas as noites enquanto relembram seus erros e que tentam não mais errar.
Àqueles que fazem coisas boas de forma pura, sem esperar por um obrigado...
Sem implorar por piedade... Mas que são Completamente capazes de alcançar o perdão.



~





E você? O que tens feito com a sua vida?



Imagem: Batman, the dark knight.
Por: Luiz Carlos Dos Santos gonçalves.
(todos os textos são registrados)

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores